loading

Conheça o novo passaporte que permitirá você explorar a rota dos Parques da Patagônia Chilena

Conheça o novo passaporte que  permitirá você explorar a rota dos Parques da Patagônia Chilena

Igual a um passaporte real, os viajantes poderão ir carimbando sua visita em cada Parque Nacional habilitado da Rota.

Esta ação conjunta entre Conaf, Sernatur e Fundação Rewilding Chile, o legado de Tompkins Conservation, incentiva o turismo responsável e convida a conhecer este território que vai de Puerto Montt a Cabo de Hornos e que engloba 17 Parques Nacionais.

 

Dia 12 de Janeiro de 2022, no Parque Nacional Alerce Andino, foi lançado o Passaporte da Rota dos Parques da Patagônia, uma iniciativa única no Chile que contêm a informação importante para ir descobrindo os lugares imperdíveis de cada área protegida e das comunidades que se encontram em torno. O passaporte também funciona como una bitácula de viagens, já que os visitantes poderão escrever sobre sua experiência na zona e as espécies de fauna e flora que observam.

 

Este documento será uma guia essencial para viajar como turistas responsáveis (pegadas zero), convertendo aos visitantes em guardiães da Rota para proteger o patrimônio natural e cultural da Patagônia. “Esta iniciativa colaborativa nos permitirá gerar conciência sobre a importância dos Parques Nacionais como motores das econômias locais e da Patagônia chilena como um destino de conservação e de ecoturismo. Os viajantes têm um papel fundamental na valorização do rico patrimônio natural e cultural deste território”, explicou Carolina Morgado, Diretora Executiva de Fundação Rewilding Chile.

 

Como conseguir seu passaporte?

O passaporte é gratuito e de estoque limitado. Para conseguir, as pessoas devem se registrar escaneando um código QR que está disponível nos escritórios regionais de SERNATUR e de CONAF (Los Lagos, Aysén e Magalhães), nos Parques Nacionais Alerce Andino, Pumalín Douglas Tompkins, Cerro Castillo e Torres del Paine, além da oficina de turismo de Puyuhuapi.

Uma vez inscrito, o interessado receberá um e-mail eletrônico confirmando a solicitação. O seguinte passo é ir a um dos balcões de informações turísticos ou guardas florestas para receber o passaporte.

 

Como funciona?

Cada Parque Nacional habilitado tem seu próprio carimbo. Quando visitar um parque, o viajante deverá ir a um guarda florestal para carimbar sua visita. O convite é para compartilhar as viagens durante a Rota dos Parques usando  #YoVivoLaRuta e etiquetando @conaf_minagri@chile_estuyo @rutadelosparquesdelapatagonia

 

Destinos em destaque:

Santiago do Chile / Torres del Paine

Descubra e participe de nossas experiências

ENTRE EM CONTATO